Arnaud Silva Costa Neto

Categoria: Musica (apresentações musicais durante a quarentena, composições musicais)
Artista: Arnaud Silva Costa Neto
Problema: A pandemia do coronavírus impactou diretamente em diversos setores, principalmente no ramo de eventos sociais. O setor foi o primeiro a parar por causa da impossibilidade de aglomeração de pessoas num mesmo espaço e será também o último a retornar suas atividades, fazendo com que toda uma rede de profissionais seja obrigado a suspender suas atividades sem prazo definido para o retorno destas, trazendo prejuízos para toda a rede e incerteza quanto ao futuro. Dentro deste contexto tão adverso, surgiu também a necessidade de resgatar outras maneiras de celebrar a fé, uma vez que todas as igrejas e templos religiosos também precisaram ficar fechados para evitar a propagação da covid-19. E, como nordestino, nascido e criado no interior, percebo como o sentimento de religiosidade é muito presente e neste momento difícil, se faz muito necessário. A fé é uma característica do povo nordestino, faz parte de sua cultura e tradições. Diante da impossibilidade das pessoas de se encontrarem para estreitar a comunhão com Deus, tentei buscar uma alternativa para trazer o alento da comunhão através da música.
Solução: Em meados de março, tive a ideia de tocar a Ave Maria às 18h da varanda do meu apartamento. A reação das pessoas a apresentação me trouxe um sentimento estranho e inédito, eu escutava os aplausos das pessoas de suas varandas, sem sequer saber exatamente quem eram. Moradores acendiam e apagavam as luzes da varanda, pessoas gritavam dizendo: “Deus te abençoe”, “toque isso todos os dias”, etc. Foi incrível. Fiquei tocando a Ave Maria e mais umas 3 músicas algumas vezes por semana na varanda. No Domingo de Páscoa minha esposa me sugeriu que eu tocasse algumas músicas na frente do prédio da minha sogra, como forma de homenageá-la. Quando o fiz a reação das pessoas repetiu como na varanda do meu prédio. Daí no mesmo dia fui em outras praças do bairro tocar para pessoas desconhecidas. Logo as pessoas descobriram o meu Instagram e começaram a pedir que eu fosse fazer essa apresentação voluntária em outros lugares, o que prontamente atendi. Fui tocar em comunidades, UPAs, além de fazer lives nas igrejas matriz dos municípios de Mari e Sobrado. Depois que comecei a tocar voluntariamente as pessoas começaram a me contratar para fazer homenagens.
Para votar, escolha apenas uma alternativa em cada critério.

Criatividade e Inovação

Valores Locais

Relevância Econômica