Camila Sales NCóbrega de Santana

Categoria: Design (projetos de design em todas as áreas)
Artista: Camila Sales NCóbrega de Santana
Problema: O COVID trouxe uma realidade muito forte para nós pois estávamos o tempo todo olhando para fora. Estávamos buscando coisas fora de nós, estar bem, parecer bem, ter bens, em um ritmo frenético de trabalho ditado pelo próprio sistema econômico. O confinamento obrigatório acarretou como uma oportunidade de olhar dentro de nós, nossas peculiaridades, nossas limitações, ficarmos sozinhos conosco dentro da nossa própria “casa”. Começar a desenvolver a capacidade de encontrar a nós mesmos e aos outros, em uma auto-observação obrigatória e extensa que aprimora a conscientização e a criatividade na resolução de problemas. O espaço doméstico tornou-se palco das ações / reações. Entretanto, a residência de intervenção, em João Pessoa, não estava tão preparada para articular-se a uma família com múltiplas atividades e em constante mudança e trânsito de ações, sentimentos e pensamentos. O ato de morar era apenas moradia e não lar, não havia uma sensação de pertencimento, uma vez que esta classificação é bem peculiar de cada sujeito não podendo envolver apenas critérios de beleza. Apresentava deficiências no design, na forma de responder as reais necessidades humanas, agravando doenças psíquicas, uma vez que determinadas características do espaço construído são capazes de induzir sensações.
Solução: Tratando-se de faixas etárias variadas, um dos fatores mais elementares do projeto foi incluir a segurança dos usuários, a sociabilidade, a facilidade de orientação e outros estímulos sensoriais. O design sinestésico permitiu o chamado olhar com os olhos da mente e sentir o que se ver. Tudo começa quando entende-se o papel do corpo humano em meio a sua forma de perceber o lugar, na armazenagem da memória e processos sensoriais. Regatar objetos de valor sentimental para o espaço, utilizar materiais e texturas que materialize a sensação de aconchego com mobiliários mais acolchoados, permite que através da visão transcreva o que o tato já sabe. Por sua vez, as cores lilás e o verde, em suas diferentes tonalidades empregadas, são capazes de provocar sensações de conforto e estimular a comunicação entre as pessoas. Já a iluminação dimerizável permite criar cenas mais aconchegantes como também espaços mais extrovertidos. Assim, estes pontos entraram em vigor para reforçar as noções de equilíbrio, proporção, simetria e ritmo, provocando sensações de tranquilidade e harmonia.
Para votar, escolha apenas uma alternativa em cada critério.

Criatividade e Inovação

Valores Locais

Relevância Econômica